Seminário orienta sobre modernização da gestão pública com inovação de processos e valorização de servidores

Público lota auditório da EGMA no Seminário Modernização da Gestão Pública (Foto: Divulgação)

A Escola de Governo do Maranhão (EGMA) realizou, na sexta-feira (6), o Seminário “Modernização da Gestão Pública: Valorizando Pessoas e Inovando Processos”. O evento reuniu 117 servidores públicos no auditório da EGMA, localizada na Areinha. Na mesa de abertura estiveram presentes: o diretor da Escola de Governo, Odair José Neves; o secretário adjunto de Tecnologia da Informação (Seati), Leandro Silva Costa; o superintendente de Políticas de Inovação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Leandro Franco; e a presidente do Conselho Estadual de Educação do Maranhão (CEE-MA), Soraia Raquel Alves da Silva.

O diretor da Escola de Governo, Odair José Neves, deu as boas-vindas aos participantes e destacou a importância de fortalecer a atuação da EGMA no campo da inovação. “É com muita satisfação que realizamos o nosso primeiro seminário sobre a modernização da gestão pública. Esse é um tema muito importante e já estamos trabalhando no sentido da inovação com a criação do LABIGOV, que é o Laboratório de Inovação em Governo, onde vamos trabalhar, juntamente com a Fapema, Seati e Secti para desenvolver soluções para os problemas do Estado por meio de metodologias inovadoras e prototipagem de projetos”, afirmou.

O fundador e diretor executivo da WeGov, André Tamura, ministrou a palestra “Modernização e Inovação em Governo”. Em sua exposição, Tamura citou técnicas e ferramentas para inovação no setor público, além de apresentação de conceitos teóricos, ideias e cases sobre o tema. “Fiquei muito feliz em realizar essa palestra para os servidores públicos do Maranhão e em saber que a Escola [de Governo] vem trabalhando a ideia da inovação dentro da Administração Pública”, afirmou o palestrante.

A proposta do seminário de oferecer um espaço para troca de experiências em inovação em gestão pública foi aprovada por Marivalda Oliveira, servidora da Polícia Civil. “O seminário além de trazer exemplos de inovação no serviço público, que é a proposta, fez mais que isso. Provocou os participantes à leitura, busca de alternativas, o desejo de fazer mais e melhor o seu trabalho, não apenas pessoalmente, mas envolvendo toda a organização a que pertence. Considero a iniciativa excelente porque mais do que instruir, propiciou aos participantes a capacidade de sonhar e o desejo de construir um serviço público melhor para os servidores e para a sociedade”, afirmou.

No período da tarde, os servidores assistiram à palestra “Inovação Tecnológica e Social Integrada à Gestão Pública” com o diretor técnico da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, José Carlos Gehr. Em sua fala, o palestrante destacou o conceito de inovação, explicou a diferença ente a inovação tecnológica e a social e enfatizou o Ecossistema de Curitiba.

A servidora Fernanda Arouche comemora a participação no seminário. “Foi muito importante participar do seminário, pois é mais uma forma de aprimoramento profissional, além de nos permitir mudar aquele estigma de servidor público burocrático e entrar numa nova forma de fazer gestão pública, de uma forma mais tecnológica e inovadora”, comemorou.

Oficinas

Além das palestras, os servidores participaram das oficinas: Ecossistema de Inovação, ministrada pelo diretor técnico da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, José Carlos Gehr; Design Thinking Aplicado à Gestão Pública, ministrado pelo superintendente de Políticas de Inovação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Leandro Franco; e a oficina de WordPress Essencial, ministrada por João Lindoso da Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação (Seati).