IEMA gera segurança e oportunidade para alunos e familiares

Formatura da Turma 2019 da UP São Luís (Foto: Divulgação)

“Sou mais uma mãe solteira nesse Brasil, mãe e pai que sai pela manhã e chega e chega à noite. Com minha filha estudando no IEMA, pude trabalhar com tranquilidade porque sabia que ela estava em segurança. O Instituto pra mim foi uma família”, afirmou emocionada Maria Tereza, mãe de Taynara de Jesus Fonseca Pereira, uma das formadas do Instituto Estadual de Educação do Maranhão, Turma 2019, da unidade plena de São Luís Centro que colaram grau na sexta-feira, 24, Dia Internacional da Educação.

Esta é a segunda vez que alunos da UP São Luís, criada em 2015 pelo Governo Flávio Dino, colam grau. Em 2018, foram 323. Desta vez são 120, sendo 30 do Curso Técnico de Eventos, 26 de Informática, 33 em Meio Ambiente e 31 em Serviços Jurídicos.

Em seu discurso, o reitor do IEMA, Jhonatan Almada, elogiou o trabalho desenvolvido por sua equipe (diretores, gestores e professores) e agradeceu ao governador Flávio Dino por investir cada vez mais em educação. Almada afirmou que aquele dia era de “celebração da vida, das vitórias e das lutas enfrentadas ao longo de três anos de formação por realizar um trabalho sério que exige dedicação, avaliação e revisão das práticas educacionais”.

“O trabalho do IEMA tem de ser respeitado. Não é algo ordinário. Nosso trabalho é de resultado, de reconhecimento no Maranhão, no Nordeste, no Brasil. O IEMA é a maior inovação educacional do Governo Flávio Dino”, afirmou Almada. 

Josemar Gomes de Moraes e Marta da Silva Costa são os pais de Thallyne Roberta da Silva Costa, do curso técnico em eventos. Thallyne é uma das formadas do IEMA, UP São Luís, Turma 2019. Para o casal, o IEMA foi uma escola que veio abrir portas e favoreceu não apenas a vida da estudante, mas de toda a sua família. “Para mim foi bastante significante por causa do meu trabalho. O IEMA trouxe essa liberdade e segurança pra mim como mãe, e trouxe novos caminhos para os alunos porque, além de oferecer o pedagógico, é uma escola compromissada com a parte emocional dos alunos”, afirmou Marta Costa.  

A cerimônia de colação de grau da Turma 2019 da UP São Luís Centro contou com a presença do secretário adjunto de Educação Integral e Profissional, André Bello, e do deputado federal Bira do Pindaré. André disse aos formados que eles encerraram uma etapa de suas vidas, mas que iniciavam outra. “O IEMA deu uma estrutura, uma condição pedagógica excelente para vocês. Agora vocês têm uma responsabilidade: combater as injustiças sociais e todas as desigualdades com o que vocês aprenderam.”

O reitor do IEMA, Jhonatan Almada, com formando da instituição (Foto: Divulgação)

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão foi criado em 2015 pelo Governo Flávio Dino. Hoje em dia, entre unidades plenas e vocacionais, são 34 unidades do IEMA em todo o Maranhão. Alguns números chamam a atenção, tais como o de estudantes (6.677 no total), o de maranhenses qualificados (35 mil), e o número de medalhas conquistamos em 2019 (1.730).

As cerimônias de colação das turmas de 2019 continuam. De acordo com o calendário, a próxima turma a colar grau é a de Axixá, o evento acontece no dia 29 de janeiro. Ao todo, serão 128 formandos. Desse total, 57 em Eletrotécnica e 71 em Informática. Depois de Axixá é a vez de Pindaré-Mirim, onde a colação de grau está agendada para o dia 30 de janeiro. Cento e trinta é o número de alunos que vão colar grau na unidade. O grupo é composto por jovens que, além do ensino médio, concluem o Curso Técnico em Agropecuária, Recursos Pesqueiros e Serviços Jurídicos.