Governo do Maranhão trabalha na construção de unidade do IEMA em Coroatá

Governo do Maranhão trabalha na construção do IEMA em Coroatá.

O Governo do Estado segue trabalhando para ampliar a oferta de ensino público de qualidade aos estudantes maranhenses. Entre as iniciativas realizadas com esse objetivo está a construção de mais uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), desta vez, no município de Coroatá.

A implantação dos IEMAs começou em 2015, a fim de oferecer ensino médio regular e técnico de forma integral nas unidades plenas e capacitação profissional para jovens e adultos nas unidades vocacionais. A meta da Gestão Estadual é assegurar que todas as regiões maranhenses sejam atendidas pelo Instituto.

Através da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), que executa o projeto de construção, a comunidade estudantil de Coroatá contará com uma unidade plena. Atualmente, as equipes realizam a finalização das obras de acabamento interno do bloco pedagógico, biblioteca e serviços de pavimentação externa e estacionamento. Os profissionais que estão atuando na edificação do prédio cumprem todas as normas sanitárias de segurança orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Para o secretário da pasta, Clayton Noleto, essa iniciativa é fundamental para que os alunos tenham novas e melhores oportunidades através de uma educação de qualidade. “Estamos empenhados em oferecer a melhor estrutura para os estudantes maranhenses. Nosso compromisso com a educação pública de qualidade foi firmado e estamos trabalhando para cumpri-lo. Esse é um investimento que vai ajudar na formação de profissionais que estarão prontos para o mercado de trabalho e terão grandes oportunidades em suas trajetórias de vida”, ressalta.

Outras unidades

Além da construção do IEMA em Coroatá, o Governo do Estado trabalha, ainda, nas obras da unidade em Presidente Dutra, que atenderá a comunidade estudantil da região, e na construção do instituto em São Vicente Férrer, que beneficiará alunos da Baixada Maranhense.