Segunda edição da oficina Chefe Mirins orientou crianças sobre hábitos alimentares

Criançada aprendeu a montar espetinhos de frutas e reaproveitar alimentos, evitando o desperdício (Foto: Divulgação)

Doze crianças de cinco a 10 anos do Recanto do Cohafuma brincaram e aprenderam sobre hábitos alimentares saudáveis em mais uma edição da oficina de Chefe Mirins realizada na última quinta-feira (8), no Banco de Alimentos. 

A criançada também aprendeu a montar espetinhos de frutas e reaproveitar alimentos, evitando o desperdício. Para Maria Luíza, de 10 anos, a oficina fez com que ela repensasse sobre a reutilização dos alimentos que, a partir de agora, ela não irá mais desperdiçar.

“Eu aprendi com a oficina que aquela comida que a gente achava que não servia mais para alimentação, como por exemplo as cascas das frutas, podem ser sim reaproveitada. Agora que já sei como fazer, vou ensinar meus pais, meus irmãos e meus amigos”, afirmou Maria Luíza.

Para a secretária adjunta de Segurança Alimentar da Sedes, Lourvidia Caldas, a oficina tem o intuito de oportunizar a essas crianças a conscientização para evitar o desperdício desde pequenas. 

“Nós trabalhamos com a política de segurança alimentar atingindo também as faixas etárias menores, como as crianças. Essa oficina vem para ensinar a elas que o alimento seja agradável aos olhos, mas que também elas possam entender que a reutilização saudável dos alimentos naturais é importante”, observou a secretária adjunta.

No próximo dia 14 será realizada a certificação das crianças que participaram da oficina Chefe Mirins e também serão doados brinquedos em comemoração ao dia 12 de outubro, Dia das Crianças.