Governo mobiliza crianças, puérperas, população indígena e trabalhadores da saúde para vacinação contra a gripe no Maranhão

Secretário Carlos Lula reforça importância da imunização contra a gripe no Maranhão (Foto: Rogério Sousa)

Com foco nas crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, população indígena e trabalhadores da saúde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) mobiliza grupo prioritário para primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe em todo o Maranhão. 

O lançamento oficial da campanha nacional ocorreu neste sábado (10), na Policlínica da Cidade Operária, em São Luís.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, explicou que a campanha também é mais uma medida importante no combate à pandemia da Covid-19, porque dificulta o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações, bem como sobrecarga nos serviços de saúde com pacientes com síndromes gripais.

“É fundamental a população aderir mais uma vez a campanha de vacinação contra influenza. A vacina é uma ação preventiva e salva vidas. No ano passado fomos um dos estados do Brasil que mais vacinou e por isso é importante proteger mais uma vez a população contra a influenza”, frisou Carlos Lula.

A chefe do Departamento de Doenças Imunopreveníveis da SES, Halice Figueiredo, destacou que parte dos grupos prioritários da campanha da vacinação da Influenza coincide com os grupos de risco para vacinação contra Covid-19. Por isso, é necessário haver um intervalo mínimo de 14 dias entre as duas vacinas.

“Quem ainda não foi imunizado contra Covid-19 ou que recebeu apenas a primeira dose deve priorizar essa data e, posteriormente, buscar um posto para se vacinar contra gripe, pontuou. 

Vacinação contra gripe

Durante toda a campanha que ocorre até o dia 9 de julho devem ser imunizadas 2.393.971 pessoas no Maranhão. A meta é vacinar 90% de cada grupo prioritário.

“Todos os municípios já estão com as vacinas disponíveis para oferta do público desta primeira etapa. Quem fizer parte do público dessa primeira etapa precisa buscar as salas de vacina da sua cidade”, destacou Halice Figueiredo. 

Grávida de sete meses, Suanny Dandara, de 26 anos, falou sobre a importância da vacinação. 

“Eu estou muito feliz por estar aqui para receber essa vacina que o governo disponibiliza pra gente. É muito importante não só pra gente, mas pro bebê que a gente carrega na nossa barriga”, contou.

Alice, de 3 anos, vacinou contra gripe (Foto: Rogério Sousa)

Alinny Soares, de 33 anos, mãe da Alice, de três anos, aproveitou para alertar as mamães e papais sobre a importância de imunizar seus filhos. 

“A campanha serve para conscientizar a sociedade sobre a importância da vacinação. Eu trouxe minha filha pra vacinar para ela ficar livre do vírus da gripe que também mata. Então eu peço que todos que fazem parte desse público venham vacinar”, disse. 

Na Campanha de Vacinação do ano passado, o Maranhão ocupou a 6ª melhor posição no ranking nacional, com a cobertura de 101,01% no total geral de todos os grupos prioritários. 

Etapas

A campanha será dividida em três etapas, cuja primeira fase começará na próxima segunda-feira (12) em todo o estado, com foco nas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

A partir do dia 11 de maio, será a vez dos idosos acima de 60 e professores. 

Em 9 de junho, a vacina será aplicada em pessoas com comorbidades e deficiência, caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo, profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento, população privada de liberdade e jovens sob medidas socioeducativas.