A melhor relação de governo com as empresas de academia é a do Maranhão, dizem empresários

Secretário Simplício Araújo (Reprodução)
Secretário Simplício Araújo (Reprodução)

O secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo se reuniu, nesta quarta-feira (7), com representantes de academias do estado, dialogando sobre as ações e medidas que estão sendo adotadas, sempre em sintonia com o segmento. 

Durante a reunião, houve o pedido para que haja a flexibilização de horário do setor, que atualmente opera com 70% da capacidade. O empresário Gabriel Cerqueira, franqueado de uma rede de academias no estado, destacou a forma como o Maranhão tem atuado nesse período de pandemia, causada pelo novo coronavírus.

“A forma como o secretário Simplício realiza a interlocução está sendo muito providencial. O Maranhão se mostrou mais eficaz do que vários estados. O secretário Simplício realiza um trabalho muito bom ouvindo as demandas do nosso setor. Fica aqui meu elogio para o secretário e ao governador Flávio Dino pelo diálogo e seriedade na condução desse momento dificílimo”, disse o empresário. 

A Seinc segue dialogando com diversos segmentos empresariais. A iniciativa é considerada um diferencial em todo o país, por tratar diretamente com os segmentos empresariais, de forma democrática e transparente, e resultou na formulação de protocolos sanitários (gerais e específicos), que garantiu a retomada das atividades diante do cenário pandêmico. 

Empresário Gabriel Cerqueira (Reprodução)

O secretário Simplício Araújo ressaltou que é por meio do diálogo que o Maranhão tem se destacado nas ações frente à pandemia. “Compromisso, transparência, seriedade e muito diálogo. Esses estão sendo os pilares para a condução do Maranhão durante a pandemia. Nós, da Seinc, sempre estamos conversando com todos os segmentos, porque entendemos que juntos vamos superar esse momento difícil”, afirmou. 

O empresário Gino Longhi reforçou que o segmento manterá de forma rígida os protocolos sanitários. “Nós estamos trabalhando desde o início da pandemia com a Seinc e conseguimos várias vitórias. A gente fez reivindicações e, hoje, as academias seguem um protocolo rígido e nos comprometemos a continuar com o nosso protocolo seguro”, reiterou o empresário.