SEMA participa da Reunião de Integração dos Órgãos Estaduais de Meio Ambiente do Nordeste

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), por meio da Superintendência de Biodiversidade e Áreas Protegidas, participou, segunda-feira (20), da 1ª Reunião de Integração dos Órgãos Estaduais de Meio Ambiente do Nordeste, com os Planos de Ação Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas (PANs), promovida pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A reunião, que contou com a participação dos pontos focais dos estados em relação aos PANs, ABEMA e ICMBio, teve como principal objetivo demonstrar para os estados do Nordeste a importância que a implementação dos Planos de Ação Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas (PANs) representa para a conservação de espécies ameaçadas e estimular os estados a incluírem as ações dos PANs na rotina dos Órgãos Estaduais de Meio Ambiente, no sentido de priorizar as iniciativas voltadas para a conservação da biodiversidade.

Os Planos de Ação Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas (PANs) funcionam como instrumentos de gestão e de políticas públicas, construídos com a sociedade, que identificam e orientam as ações prioritárias para combater as ameaças que colocam em risco as espécies e seus ambientes naturais.

No caso do Maranhão, existem ações distribuídas pelos PANs de aves limícolas migratórias, manguezais e corais, com ações focadas em fiscalização, licenciamento, manejo ex-situ, educação ambiental, dentre outros temas.