Pacientes atendidos no Saúde na Praça em Coroatá passam por cirurgias oftalmológicas

As cirurgias eletivas estão voltando a ser realizadas, seguindo uma série de protocolos de segurança. (Foto: Divulgação)

Os pacientes que passaram pela triagem cirúrgica para o tratamento de catarata, pterígio e retina, realizada durante edição especial do Programa Saúde na Praça em Coroatá, começaram a ser operados na última semana. Quase 200 pessoas já passaram pelo procedimento cirúrgico no Hospital Macrorregional Alexandre Mamede Trovão, em Coroatá. A ação é da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

Durante o Saúde na Praça, que aconteceu no último mês, foi realizado o agendamento de 141 cirurgias de catarata e 105 de pterígio. A assessora clínica da EMSERH, Nara Torres, explica que, com o aumento da porcentagem dos maranhenses vacinados contra a Covid-19, as cirurgias eletivas estão voltando a ser realizadas, seguindo uma série de protocolos que visam à segurança de pacientes e profissionais.

“Essas ações são necessárias para a continuidade do tratamento daqueles pacientes com doenças não emergenciais. Dessa forma, nos meses de novembro e dezembro, estaremos realizando em vários municípios o Saúde na Praça, seguido dos procedimentos de cirurgias oftalmológicas. São procedimentos rápidos que, dependendo do quadro do paciente, duram em torno de 10 minutos. Essa ação é de extrema importância, uma vez que, com a cirurgia, evita-se que o quadro evolua para uma perda total da visão”, explicou.

Após a triagem no Saúde na Praça, os pacientes passaram por exames pré-operatórios, como exames laboratoriais, ECG e risco cirúrgico.

“Essa ação dentro do Programa Saúde na Praça é de suma importância para nossa população, porque oferta um atendimento que tem uma grande demanda. Os problemas de visão, quando resolvidos, trazem uma qualidade de vida para as pessoas e isso é muito gratificante para todos nós, toda nossa equipe está muito feliz porque vê o reflexo positivo do nosso trabalho para a população”, ressaltou Cleene Guimarães dos Santos, diretora administrativa do Hospital Macrorregional de Coroatá.