Banco de Alimentos já distribuiu mais de 120 toneladas de alimentos a entidades filantrópicas

Banco de Alimentos trabalha para reduzir a fome no Maranhão (Foto: Honório Moreira)

Mais de 120 toneladas de alimentos foram distribuídas para pessoas em situação de vulnerabilidade social por meio do Banco de Alimentos, até o mês de outubro. Coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), o equipamento de segurança alimentar arrecada alimentos próprios para consumo e distribui para quem mais precisa, reduzindo, assim, a fome no Maranhão e o desperdício de alimentos.

Para o secretário Márcio Honaiser, o banco é mais uma experiência exitosa do Governo do Estado na política de Segurança Alimentar, que além de promover saúde e uma alimentação de qualidade aos beneficiários, surpreende na quantidade de doações recebidas.

“Desde a sua inauguração, em junho de 2019, já arrecadamos mais de 450 toneladas de alimentos, mesmo com a pandemia que estamos enfrentando. Agradecemos aos parceiros deste importante trabalho que é garantir o direito das pessoas de ter uma alimentação digna e ao mesmo tempo, reduzir o desperdício de alimentos”, afirmou o secretário.

Instalado no Centro de Distribuição de Hortifrutigranjeiros (Ceasa), em São Luís, o equipamento já beneficiou 50 instituições filantrópicas. Legumes, frutas e verduras, além de grãos e cereais, massas frescas, carnes, aves, peixes, leites e derivados, pães e bolos sem recheio e sem cobertura são doados e coletados em locais e dias indicados pelos parceiros do projeto.

O Banco de Alimentos conta com uma equipe multiprofissional composta por nutricionistas, técnicos e demais profissionais que fazem a coleta, seleção, processamento e distribuição de alimentos que são captados junto à rede de doadores.

Distribuição de alimentos promove a alimentação saudável e combate à fome (Foto: Honório Moreira)