Corpo de Bombeiros segue com operação Distância Segura em agências bancárias

Operação Distância Segura está sendo realizada desde o início de maio (Foto: Jardel Scot)

O início dos pagamentos da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aumentou consideravelmente a movimentação nas agências bancárias e correspondentes da Caixa Econômica Federal (CEF). Para organizar os beneficiários, evitando aglomerações e garantindo mais segurança contra o novo coronavírus (Covid-19), o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) prossegue com a operação Distância Segura. Durante a ação, as equipes orientam os usuários quanto à distância recomendada e auxiliam na organização das filas.

A operação Distância Segura integra o plano de ação do Governo do Estado para amenizar os impactos do novo coronavírus. Nesse sentido, o CBMMA segue em diversas frentes, contribuindo com a saúde e segurança da população maranhense, pontua o comandante geral da corporação, coronel Célio Roberto de Araújo.

“É um trabalho educativo e de sensibilização das pessoas, para que não aglomerem nas filas, mantendo uma distância segura e assim, zelando pela sua vida e de seu semelhante. Nossas equipes estão sempre a postos para ajudar a passarmos por esse momento difícil com segurança e mantendo a saúde”, reforçou o comandante.

As equipes estão distribuídas em agências e correspondentes da Caixa na capital e demais cidades que forma a Grande Ilha – Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar. O trabalho inclui organizar as filas, orientar para manutenção da distância adequada e fazer marcações que indiquem onde o usuário deve permanecer enquanto aguarda o atendimento. “Estamos garantindo que o distanciamento nas filas seja respeitado, assim como o uso da máscara”, ressalta o coronel Célio Roberto de Araújo.

Os bairros centrais das cidades são os que mais demandam equipes nas agências – em média até 15 bombeiros destacados para a operação, que segue o horário de funcionamento bancário. A solicitação do apoio administrativo do Corpo de Bombeiros veio do Governo do Estado, com fins a suprir carência das instituições financeiras e do Banco Central no controle das aglomerações. A operação Distância Segura está sendo realizada desde o início de maio.