Em 30 dias, Maranhão ganha 23 Escolas Dignas

Escola entregue em Turilândia. Foto: Divulgação

Codó, Viana, Cajari, Guimarães Santa Quitéria, Barreirinhas e muitas outras cidades. O Escola Digna continua se espalhando pelo Maranhão em ritmo acelerado. Nos últimos 30 dias, foram 23 entregas, incluindo um Farol do Saber. 

São construções, reformas e reconstruções. O que antes era improviso agora é uma escola de verdade. 

“É só alegria porque antes não tinha escola. Eles viviam de aluguel, a gente estava em casa alheia. E hoje em dia nós estamos alegres por ter uma escola”, disse Maria José Guedes, estudante e mãe de dois alunos da Escola Municipal Bibiano Ribeiro. 

O colégio foi entregue na comunidade quilombola e ribeirinha Turi Mirim, em Turilândia, na Baixada Maranhense. 

“Me sinto feliz e honrada por ter ganhado a escola e meus filhos terem local para estudar e serem respeitados por todos”, afirmou.

Esperança

“Com investimentos em educação, todos os dias combato essa grande corrupção: a obscena desigualdade social no Brasil. Nada corrompe mais o nosso país do que a concentração de riqueza e de oportunidades nas mãos de poucos”, afirmou o governador Flávio Dino. 

Para ele, as escolas “são faróis de esperança iluminando nossa caminhada”. 

O secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, disse que o diferencial do governo Flávio Dino é “chegar aonde as pessoas mais precisam, nos lugares mais longínquos do Maranhão”. 

O Governo do Maranhão já entregou mais de 850 Escolas Dignas desde 2015 em todo o Maranhão.

2. Alunos de comunidade quilombola em Turilândia