Produtores maranhenses disponibilizam itens em central virtual criada pelo Governo do Estado

Criadores de pequenos animais, produtores de frutas, verduras e hortifrutigranjeiros em geral, fornecedores de leite, mel, farinha e até de bebidas regionais. Uma variedade de itens disponíveis na Central de Abastecimento Virtual, plataforma criada pelo Governo do Estado para apoiar produtores em todo o Maranhão, neste momento de pandemia do coronavírus. A ferramenta é um canal direto entre quem produz e quem quer comprar a preço de custo e sem atravessador. O produtor pode se cadastrar no https://sagrima.ma.gov.br/central-virtual-de-abastecimento/.

Coordenada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), a Central Virtual de Abastecimento é uma ferramenta nova, que vem para apoiar os produtores nesse momento difícil, sendo mais um canal para a venda de seus itens. “A plataforma vem auxiliar o produtor e somar ao canal de comercialização que este já possui. É uma vitrine dos produtos do Estado e neste momento é importante que tenhamos meios como este, para evoluir e fazer o produtor se familiarizar com o comércio eletrônico”, ressaltou o subsecretário da Sagrima, Sérgio Delmiro.

Os produtores têm procurado a central para cadastrar o que têm a oferecer aos consumidores. Do município de São José dos Basílios, a produtora Francisca Silva possui criações de galinha e porco, além de feijão e milho. “Este momento acaba afetando muito todos que tiram seu sustento da roça. A plataforma ajuda a gente continuar vendendo nossos produtos”, disse. O produtor José Rodrigues, do Assentamento Laranjeira, Pedrinhas, na capital, disponibiliza hortaliças diversas, entre estas, cheiro verde, alface, rúcula, couve, salsa e caldo de cana.

“Trabalho com a finalidade de tentar diversificar minha produção e tinha receio na hora de comercializar. Com esse apoio do Governo, espero poder produzir mais e assim conseguir planejar melhor e atrair mais consumidores”, enfatiza o produtor Anderson Silva. Ele cultiva milho, feijão, melancia, mandioca, macaxeira, leite e galinha caipira no povoado Entrocamento, em Itapecuru-Mirim.

No segmento de bebidas, a Reserva do Zito, em Passagem Franca, é bastante conhecida, inclusive nacionalmente pela produção de bebida destilada/cachaça de alambique. Tudo é artesanal e a qualidade da produção rendeu ao estabelecimento Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas, em 2019, o maior concurso de destilados do mundo. Paralelo aos cadastros na central, a Sagrima está em contato com os produtores para fazer avaliação da plataforma, sua utilização e serviços. A ferramenta também será apresentada a outros segmentos, para ampliar o acesso de diferentes ramos de negócio.

Cadastro

Podem se cadastrar na Central Virtual de Abastecimento produtores de itens diversos como hortaliças, frutas, verduras, farinha, polpa, ovos, leite, doces, grãos, além de criadores de animais (porco, galinha, bode, peixe e outros). Ao acessar a página da central, o produtor faz o preenchimento do formulário na aba ‘Cadastro do Produtor’. A página também contém informações sobre a central e um mapa dos produtores locais inscritos, contendo nome, contato e produto que dispõe. O produtor que possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) deve informar, pois esse documento também possibilita compras com órgãos públicos.